FEDERACAO ESTADUAL DE FUT 7 DO RIO DE JANEIRO
CAMPEONATOS - 24/07/2019 às 14:30:35
BONSUCESSO VENCE O BARÃO NOS SHOOT OUTS E ESTÁ NA FINAL DA COPA FALCON
Bonsucesso vê o adversário abrir 4 a 0, busca empate espetacular e passa pelo Barão na disputa de shoot outs.

Por GILBERTO DEMERCIAN
RIO DE JANEIRO, RJ
Bonsucesso vê o adversário abrir 4 a 0, busca empate espetacular e passa pelo Barão na disputa de shoot outs. (Foto: FERJF7)
Com uma reviravolta histórica e com direito a uso do Var na central de transmissão, o Bonsucesso venceu o Barão na disputa de shoot out por 4 a 3 depois do empate no tempo normal por 5 a 5, no último sábado, 20 e está classificado para a grande final da Copa Falcon.

Os gols do Bonsuça foram marcados por Wellington(3), Dêgo e Birito. Já pelo Barão, Thiaguinho, Zina, Correia, Luan e Dabá balançaram a rede. Na cobrança de shoot out, Wendel, Dêgo, Wellington e Boboé marcaram. Birito desperdiçou. Já o Barão, Jansen, Dabá e Rodriguinho fizeram. Tuca e Correia perderam.

Dois grandes favoritos ao título da Copa Falcon se enfrentaram na semifinal. Esperava-se uma partida de alto nível com todos os ingredientes de uma decisão.

O Barão já entrou ligado. No rebote do goleiro Allan, Thiaguinho não desperdiçou. Esse gol logo no início quebrou o ritmo do Bonsucesso. O time se afobou e pecou na maioria das jogadas. 

Quem aproveitou a falta de concentração do Bonsucesso foi o adversário. Tratou de ampliar para 3 a 0 com Zina e Correia, respectivamente. A vantagem do Barão facilitou a posse de bola e movimentação intensa da equipe enquanto o Bonsuça não se encontrava em campo.

O Barão ainda fez mais um na primeira etapa com Luan. Com este placar, o Bonsucesso não demonstrou reação. Até que numa jogada criativa de Wellington, a bola bateu na trave e sobrou para o Dêgo descontar na etapa inicial. 
A superioridade do Barão permaneceu no segundo tempo. O time controlou a partida com autoridade e o Bonsucesso tentou penetrar na defesa adversária mas esbarrou na falta de capricho. 

O Bonsucesso achou o gol com Birito que recolocou a equipe na partida em 4 a 4. No entanto, Dabá fez um golaço do campo de defesa e parecia que naquele instante estava definido o finalista. 

Ninguém contava que a estrela do jogador mais lúcido do Bonsuça na semifinal iria brilhar. Wellington marcou dois gols, um após o outro, e a pressão da sua equipe foi até o fim. O empate heróico chegou na cobrança de shoot out. 
O Barão estourou a quantidade de faltas e a cobrança ficou com o Wendel. O camisa 11 do Bonsuça chegou na frente do goleiro Lourenço, ameaçou que ia chutar e rolou para o seu companheiro Wellington empurrar para o gol vazio. Este foi o terceiro do camisa 8 do Bonsuça que deixou tudo igual por 5 a 5. 

Na cobrança de shoot out, o Bonsucesso venceu por 4 a 3 com as cobranças de Wendel, Dêgo, Wellington e Boboé. Birito desperdiçou. No lado do Barão, Jansen, Dabá e Rodriguinho fizeram. Tuca e Correia erraram. 

Detalhe: o uso do Var na cobrança do jogador do Bonsucesso, Wellington.
A arbitragem foi conferir se a bola bateu na trave ou na trave dentro da rede. Após analisarem a transmissão, os árbitros Mariano e Índio deram o gol do Bonsuça e as cobranças continuaram sendo realizadas.

Primeiro VAR no Fut 7. 

O Destaque da partida foi o camisa 8 do Bonsucesso, Wellington, com o hat-trick.

O adversário será o Real Arminho, no próximo sábado, às 16h, no campo do Falcon.
publicidade