UNILOG F7
Notícia - 14/12/2018 às 00:48:29
O ÚLTIMO ATO DE 2018
A "Fúria" entra em campo para defender o título estadual.

Por VITOR SIMÕES
VITÓRIA, ES
Os Lobos como sempre guiados por Deus. (Foto: Vitor Simões)
A Unilog chega a sua a sua terceira final consecutiva de campeonato estadual (2016,2017 e 2018). E chegando em finais seguidas, será a 12º, um recorde na federação capixaba de futebol 7 e na CBF7. E do outro lado a sensação do futebol 7 capixaba, chega a sua segunda final em apenas um ano de existência. A Unilog leva vantagens nos confrontos, tendo 3 vitórias e 2 empates, sendo um desses empates, a semifinal da Copa Espírito Santo, onde a decisão acabou no shoot out, com a Unilog sendo a campeã.

A partida pode marcar o fim de uma era dentro da Unilog, onde em três anos a equipe bateu recordes e quebrou marcas históricas, muitos jogadores podem dar seu adeus na “Fúria”.  

O comandante da equipe, o treinador da seleção Brasileira e da Unilog, Maurição espera uma grande final e sabe o que espera nessa decisão.  

A Unilog chega em sua 12º final consecutiva, existe o favoritismo?

Apesar da minha fala batida, o projeto nasceu grande por sua natureza. Sempre seremos favoritos onde jogarmos, a pressão e obstinação do resultado é o DNA da Unilog. Dito isso, uma coisa é uma coisa, e outra coisa é outra coisa, portanto apesar do nosso favoritismo, dos atletas que temos, é logico que existe um respeito sem igual para os nossos rivais sempre, ainda mais se tratando de uma das surpresas do futebol 7 nacional dos últimos tempos, são poucas equipes montadas e em um ano oferecem os resultados que o Real Madrid conseguiu, nós mesmos não conseguimos esse desempenho em nosso início. O trabalho que o Alexandre faz é brilhante, tem jogadores que estão em ótima fase e respeitamos muito a equipe do Real Madrid. E na verdade nós da Unilog sempre respeitamos nossos adversários, as instituições e principalmente nossa modalidade que é o futebol 7.

Nas mídias vimos as suas palavras sobre a mudança de rumo da Unilog para 2019, o que podemos esperar?

Primeiro que não posso pensar em 2019, para o Maurição treinador, o fim do mundo será amanhã, jogo cada jogo como se fosse o último da vida. Esse grupo chega em mais uma final depois de três anos de trabalho, luta, suor, lagrimas, alegrias, comemorações e outros. Para todos nós só existe o amanhã, desejo que possamos fazer uma das melhores partidas da história da Uniilog e sermos sempre lembrados em grandes jogos.

Maurição,  12º final consecutiva, dois títulos no ano e um vice campeonato, uma marca importante, seria fechar o ano de 2018 com chave de ouro ?


Talvez para qualquer outro treinador sim, mas no meu caso, não. Não termos ganho o bicampeonato Brasileiro, frustrou a possibilidade de chave de ouro. Lutaremos como sempre, para tentar esse bicampeonato estadual, para fecharmos o ano de 2018, pelo menos honrando o escudo que nós vestimos. Escutei falar, que exijo muito dos meus atletas, que as vezes as cobranças acabam ocasionando pressão, e é isso mesmo, esse projeto tem uma das 5 melhores estruturas do país, a exigência é lá em cima, aqui só serve se chegar título, quem não aguenta essa pressão aqui, pode jogar em outras equipes, que possam cobrar metas, comemorar vitórias e outros mais. E agradeço muito por ter jogadores cientes disso, com pedigree de campeão e acostumados com todos os momentos do futebol, que não se deixam levar por favoritismo ou outros aspectos no futebol, estamos vindo de duas grandes partidas que realizamos nas semi finais contra a Premium fut7, foi a equipe da Premium mais forte que confrontei, tive que mudar meus movimentos táticos para enquadrar o jogo, além do Walter ter feito as duas melhores partidas da história dele na Unilog, por essas razões acredito que estamos preparados para grande final.

São esperadas quase duas mil pessoas amanhã na final, com ônibus vindo de outras localidades, apoio de torcida do futebol de campo e até bateria de escola de samba, o que esperar dessa final?

Que seja mais um grande marco no estado do Espírito Santo, que o jogo possa ser limpo e de grande luta entre as equipes, que seja premiada a melhor equipe da partida. Que a festa possa ser linda do lado de fora e que possamos elevar cada vez mais o nosso futebol 7. Sem clima de oba,oba. Sem soberba, vaidade e ego, sabemos que a história e a bíblia nos ensina, que vários impérios caíram por possuírem esses adjetivos, cabe a nós estarmos concentrados na partida, reproduzir tudo aquilo que foi treinador durante esses três anos e deixarmos na mão do nosso senhor Jesus Cristo.

Sempre presenciamos você citar Deus em todos os momentos, o quanto a fé ajuda essa equipe e seu trabalho?

Até aqui nos trouxe o nosso senhor Jesus Cristo, sou temente a Deus, iniciei levado pela minha mãe na igreja católica e sempre que posso vou com minha esposa e meus filhos na igreja católica. Dentro dos meus avós em festividades, aprendi as orações da nossa religião católica, no meu trabalho? Na verdade, na minha vida, tendo 21 anos em 2004 em uma mesa de cirurgia questionei a Deus e nosso senhor Jesus Cristo, pois naquele momento vi minha chance de jogar na Europa ir embora, mas meu pai me disse que Deus só da fardos pesados para aqueles que podem carregar, desde então tive a crença que Deus teria planos maiores para minha vida e aqui estou. Sobre minha equipe, passamos um 2016 complicado, onde parecia sofrermos todos os tipos de inveja, de problemas com a chamada “Chinalog”, em 2017 tomei a decisão de todos os sábados realizar uma oração antes dos treinamentos, rezando sempre pai nosso e ave maria, não para pedir vitórias, mas para agradecer pela vida, para pedir saúde e que para nosso senhor Jesus Cristo pudesse entrar em nossas almas e pudesse afastar qualquer tipo de vaidade, intriga, ego, soberba e espantar todos os males, resultado disso , conquistamos todos os títulos de 2017, com certeza muito trabalho, muita dedicação, uma dose de sorte, mais acima de tudo, muita fé. Acredite, Deus pode reescrever a história de nossas vidas, meu primo Carlos Junior hoje um dos profissionais mais respeitados na preparação física do futebol de campo e que trabalha no C.R Flamengo me disse isso e chorava de soluçar, após ter recebido essa mensagem depois do meu título mundial.
Portanto sabemos quem iremos enfrentar, temos muito respeito, não existe clima de já ganhou aqui, de soberba, de vaidade e outro mais. Esse grupo sofreu como poucos grupos que já vi, foram afrontados em 2017 como poucos grupos que já vi e deram resultados como poucos grupos que eu já vi. Então como damos ênfase onde a Unilog é diferente, é um somatório de n fatores e abençoados por Deus.
Em nosso último sábado juntos, foi agradecer por nossa vida, era desejar que os atletas lesionados possam ter uma rápida recuperação, de nossa equipe e até aqueles que não jogam conosco, para os nossos familiares, para agradecer a benção concedida ao nosso preparador físico Rodrigo Oliveira e sua esposa Mariana, por conceder uma gravidez depois de tudo que passaram, o Rodrigo é um grande exemplo de luta que tenho na minha vida, por ser negro, de uma família humilde e não teve condições de ser direcionado para o futebol de base, venceu na vida como preparador físico e é uma das referências da modalidade, ele sofreu as duas piores perdas que um homem na minha opinião pode ter na vida, ele perdeu o pai e teve que enterrar um filho, isso não desejo ao meu pior inimigo. E por fim oramos para um amigo meu particular, praticamente um irmão, que recebeu um diagnóstico de alguns anos de vida, imagine você ter validade para viver, onde nós seres mesquinhos estamos reclamando sempre da vida e outros apenas querem mais tempo para viver. Enfim é isso que se trata a Unilog, somos seres humanos, que tratamos com verdade, parceria, companheirismo e muita fé. Briga já tivemos, temos e sempre teremos, pois onde existe a verdade o debate sempre será evidencia.

Qual o recado para a torcida da Unilog que estará presente na final e também na transmissão da torcida ES ?

Agradecer ao torcedor da “fúria” por toda torcida, por toda entrega, vocês nos passam uma energia sem igual. Esse grupo entrou para história dentro do futebol 7, temos esse jogo na qual estamos encarando como o último ato desse triênio. Podem ter certeza que vocês irão ver os lobos de sempre, sedentos como sempre e lutando até o apito final, para que Deus possa nos honrar e nos permitir se assim ele quiser de sermos campeões novamente. Somos sabedores das qualidades do adversário e que por méritos conseguiram essa vaga na final, que Deus abençoe a todos e que o clima de paz prevalece nessa final.            
publicidade