Confederação Brasileira de Futebol 7
Notícia - 28/03/2019 às 23:11:53
DO CAOS ADMINISTRATIVO AO SANEAMENTO DAS CONTAS
CBF7 abre o ano de 2019 com mais organização e sem dívidas

Por RODRIGO LEAL
VITÓRIA, ES
Assembleia Geral de 2019, em Colatina (ES) (Foto: Rodrigo Leal / CBF7)
Exemplo de estruturação. É assim que pode ser chamado o que está sendo realizado pela Confederação Brasileira de Futebol 7. Desde a sua criação em 1996, nunca houve uma prestação de contas que desse credibilidade e transparência às federações e clubes filiados. 

A situação começou a mudar com a eleição do presidente José Luiz Zouain para gerenciar a instituição de 2017 a 2020. Mesmo não recebendo qualquer documento contábil e, também, uma prestação de contas não aprovada da última diretoria, os novos gestores herdaram uma dívida não declarada que chegava a mais de R$ 150 mil. Segundo Zouain, a nova diretoria soube colocar os pés no chão para conseguir todas as certidões negativas da entidade, eliminando as dívidas e com dinheiro em caixa.

"Em 2017, recebi a Confederação sem nenhuma prestação de contas e quaisquer documentos das gestões anteriores, comprovando os bens da entidade. Com a instituição endividada, durante os últimos dois anos, buscamos legalizar a CBF7, inclusive com sede em Colatina - ES (conheça a estrutura no vídeo). Apesar das dificuldades apresentadas, não deixamos de realizar as competições nacionais, no masculino, no feminino e na base. Após um trabalho árduo, temos hoje em mãos toda a documentação necessária para o bom funcionamento da Confederação, com as contas no azul e todos os livros do balanço patrimonial registrados em cartório, algo inédito em quase 23 anos de história", explica.  

O que contribuiu também, significativamente, para que a Confederação chegasse a esse resultado, foi o uso de tecnologia para a gestão esportiva. A Plataforma SporTI foi implementada logo no início do mandato do presidente José Luiz Zouain, o que possibilitou à CBF7 uma administração mais transparente e eficaz. Ao atrelar a gestão do esporte à tecnologia, a entidade nacional modificou os seus procedimentos, eliminando o uso de papel e ampliando o controle de todos os acontecimentos das competições no país, além de melhorar o controle financeiro dos torneios da organização esportiva.

Agora a CBF7 vive um novo ambiente, mais organizada, e mostrando tudo o que faz a seus filiados, com todos os comprovantes sendo apresentados nas duas assembleias gerais que foram realizadas pela diretoria atual.



publicidade